Festival Mada confirma adiamento para 2021 e anuncia Djonga entre atrações | Rio Grande do Norte

Festival Mada confirma adiamento para 2021 e anuncia Djonga entre atrações | Rio Grande do Norte


A 22ª edição do Festival Mada, antes marcada para 16 e 17 de outubro deste ano, foi adiada para os dias 15 e 16 de outubro de 2021, na Arena das Dunas, em Natal. A decisão da organização é provocada pela pandemia do novo coronavírus, tendo em vista que ainda não há prazo para a retomada dos eventos culturais presenciais no país. As principais atrações anunciadas anteriormente estão asseguradas. São elas: Emicida, Letrux, Terno Rei, Afrocidade e Gloria Groove.

A novidade confirmada pelo festival nesta sexta-feira (4) é DJonga, um dos nomes do rap mais relevantes da atualidade.

“O Mada é um festival que vai além dos shows, é um lugar de interação e vivência cultural. Não faria sentido fazer o festival apenas em formato live”, falou o produtor Jomardo Azevedo.

Segundo o organizador, a ideia agora é planejar uma edição maior, inclusive com possibilidade de ser inserido no calendário das atrações internacionais. “Vimos grandes festivais nacionais e internacionais adiarem suas programações para o ano que vem e decidimos seguir porque sabemos que o momento não permite que possamos fazer um festival como sonhamos”, completou.

A venda de ingressos segue aberta pela internet. Para os que já adquiriram os ingressos para edição que seria realizada em 2020, os mesmos seguem válidos para 2021. Aos interessados no reembolso, ele pode ser solicitado somente pelo e-mail participante@sympla.com.br.

A primeira edição do Mada (Música Alimento Da’Alma) aconteceu em 1998, época de grande efervescência do movimento indie no Brasil, quando a cena alternativa se abastecia de artistas e bandas criativas, inventivas, ousadas. Tornou-se referência na difusão e fomento para músicos e bandas, como também tem um papel importante na formação de plateia crítica e qualificada. Ao longo de sua trajetória, o festival realizou shows de mais de 600 bandas e artistas independentes, grandes atrações nacionais e internacionais.



Fonte

Deixe uma resposta